Alegando humilhação, o meia Thiago Neves cobra 20 milhões e retratação pública do Atlético-MG


Cobrança de 20 milhões e retratação pública são exigências do staff de Thiago Neves após ser dispensado pelo Atlético-MG



A ida de Thiago Neves para o Atlético-MG trouxe à tona um assunto que segundo o diretor de futebol Alexandre Mattos, já estava superado. O jogador e seu staff pedem uma retratação pública pela suposta humilhação ao que o jogador fora exposto e ainda R$ 20 milhões por quebra do acordo, para cima do Galo. A informação foi veiculada inicialmente pelo GE e confirmada pelo L!.
O Atlético-MG por sua vez se diz tranquilo com a situação e que tem conhecimento da notificação, mesmo ainda não tendo sido notificado oficialmente.
A notificação é extrajudicial e diz que Thiago e o Galo tinha confirmado o acordo de contratação “fixando o dever das partes iniciarem, de imediato, vínculo empregatício desportivo”.
Segundo o Atlético-MG nunca houve assinatura de um contrato com o jogador Thiago Neves, configurando assim a afirmação de não ter nenhum tipo de vínculo empregatício com o mesmo.
Mas segundo os representantes do jogador e seus advogados, existem vários áudios, mensagens, documentos e demais elementos de prova que comprovam abertamente a evolução da fase contratual junto ao jogador.
Toda essa confusão teve início quando na segunda-feira, 14, após ele assinar a rescisão com seu último clube, o Grêmio, o jogador e seu staff foram procurados pelo Galo. Porém com a recusa da torcida atleticana, frente ao seu histórico de provocações enquanto jogou no Cruzeiro, o negócio que ainda não tinha sido exposto a imprensa de forma aberta, foi desfeito. Após o episódio, veio a notificação extrajudicial e além do dinheiro, o jogador quer uma retratação pública por parte do Atlético.
Ainda segundo o jogador e seu staff houve “expressivo prejuízo de imagem” , que “possivelmente tenha, sem qualquer motivo aparente, sofrido a pior e maior pecha de sua longeva carreira: a de ter sido desligado do clube, antes mesmo de uma coletiva de imprensa e de ter sido apresentado à coletividade atleticana.

 



Veja Também

São Paulo encara Rogério Ceni pela primeira vez em um mata-mata

O torcedor são-paulino se depara com uma situação inédita, enfrentar seu histórico goleiro, hoje como técnico do Fortaleza