Atacante Lucca é contratado pelo Fluminense até 2022 e já começa seus treinos essa semana junto ao clube


Lucca é o novo contratado do Fluminense e afirma ser um grande desafio em sua carreira



A mais nova contratação do Fluminense é o atacante Lucca que já inicia os treinos essa semana para o Campeonato Brasileiro. Com um reforço já acertado para a competição com Danilo Barcelos, o Flu anunciou o atacante oficialmente na tarde desta quarta-feira.

O jogador foi indicado pelo técnico Odair Hellmann, com quem trabalhou em 2018 no Inter. O atacante de 30 anos recebeu a camisa 7 e assinou contrato até abril de 2022.

Segundo afirmou ao site oficial do Fluminense: “Estou muito feliz com a oportunidade. Tenho muitos companheiros aqui que eu já trabalhei junto, isso me deixa muito mais tranquilo. É um desafio gigante, estou super motivado e totalmente disposto a ajudar o clube da melhor maneira possível.”

Mesmo já iniciando os treinos essa semana juntamente com os novos companheiros no CT Carlos Castilho, o atacante não poderá jogar as próximas três partidas do time. Como veio do Al-Khor, do Catar, só poderá fazer sua estreia depois do dia 13 de outubro, quando a janela de transferências internacionais abre no Brasil. O atleta só estará à disposição de Odair para o jogo contra o Atlético-MG no dia 14 de outubro, no Mineirão.

Lucca começou a se destacar no Criciúma em 2012, marcando 19 gols em 43 partidas. Após isso, foi emprestado ao Cruzeiro e comprado pelo Corinthians a pedido de Tite por R$ 4,5 milhões. Já no Timão foi campeão brasileiro em 2015, mas veio perdendo visibilidade e foi cedido ao Ponte Preta em 2017, quando voltou a ter visibilidade marcando 24 gols em 61 jogos.

O jogador teve ainda passagens discretas por Inter e Bahia, sendo suas últimas atuações no Brasil. Ele estava até o ano passado no Al-Khor onde permaneceu após seu contrato com o Corinthians acabar em julho. Já em 2020 o jogador marcou cinco gols em 12 partidas e sua última atuação foi na derrota para o Al Ahli por 1 a 0 domingo passado.



Veja Também

São Paulo encara Rogério Ceni pela primeira vez em um mata-mata

O torcedor são-paulino se depara com uma situação inédita, enfrentar seu histórico goleiro, hoje como técnico do Fortaleza