Bruno Pivetti é demitido e não é mais técnico do Vitória


Após derrota para o América-MG, clube anunciou a demissão do treinador



Mesmo com a recente afirmação feita por Paulo Carneiro, Presidente do Vitória, de que Bruno Pivetti era um dos melhores técnicos com quem trabalhou, o clube acabou demitindo o técnico depois da derrota por 2 a 1 para o América-MG, pela Série B do Campeonato Brasileiro. O clube anunciou a demissão do treinador na manhã desta quarta-feira.

Na semana anterior durante uma live com Thiago Mastroianni, narrador da TV Bahia, deixou transparecer a pressão sobre a demissão do técnico, informação essa confirmada por Paulo Vinícius Coelho, que revelou insatisfação dos conselheiros do Vitória.

Segundo o dirigente: “Treinador sai do clube quando os resultados negativos são insuportáveis ou quando ele perde o comando do grupo. Bruno nem de longe perdeu o comando do grupo, até porque tem pulso firme e sabe interagir. Ele é muito querido pelos jogadores. E estamos longe de ter derrotas insuportáveis. Estamos com parece 50% de aproveitamento, mas precisamos de mais, estamos trabalhando para ter mais. Já podíamos estar entre os quatro? Já. Infelizmente não estamos. Mas faltam 24 ou 25 rodadas. Aprendi na vida que calma e caldo de galinha não faz mal a ninguém.”

Deixando Rubro-Negro com um aproveitamento de 36,8%, Pivetti chegou ao clube em agosto do ano passado para atuar como coordenador técnico da base e auxiliar de Carlos Amadeu, então treinador do time principal. Porém a boa relação com o presidente do clube, desde os tempos de Athletico-PR, fez com que ele assumisse o comando do time, o que aconteceu neste ano com a demissão de Geninho durante a paralisação do futebol.

Veja Também

São Paulo encara Rogério Ceni pela primeira vez em um mata-mata

O torcedor são-paulino se depara com uma situação inédita, enfrentar seu histórico goleiro, hoje como técnico do Fortaleza