Com aproveitamento de 60% em sua casa nesta temporada Corinthians tem seu pior desempenho anual


Timão jogou 15 partidas, venceu sete, empatou seis e perdeu duas, registrando assim recorde negativo



Passando por uma temporada difícil em termos financeiros e esportivos, o Corinthians não vem apresentando bons resultados e bom desempenho. Desde que começou a ser usada pelo clube, em 2014, sua nova casa Neo Química Arena, na temporada atual o time registra o pior aproveitamento, vencendo sete, empatando seis e perdendo duas, com um aproveitamento de 60%, pior do que o de 2019, que registra o recorde negativo.

O desempenho ruim pode ser comparado a outras temporadas, em 2015 por exemplo, o Timão culminou no título brasileiro, conquistado de forma brilhante sob o comando de Tite. Naquela temporada o aproveitamento na Neo Química Arena foi de incríveis 80%, bem superior ao índice geral que gira em torno de pouco mais de 70% em 209 partidas, sendo o melhor desempenho do time desde a inauguração da arena em 2014.

Até ano passado, o aproveitamento do Timão na Neo Química Arena, apenas 61,40% dos pontos disputados, desde então o pior índice apresentado pelo Corinthians, até os resultados atuais.

Algumas questões como qualidade de elenco, de trocas de treinadores e de problemas financeiros, mostravam que 2020 seguiria como um ano complicado para o Timão, mas a situação mundial por conta da pandemia só agravou os problemas já vividos pelo time, e a falta de público nas partidas, uma vez que os torcedores são considerados um trunfo do Corinthians para levar vantagem na Neo Química Arena, complicou de vez a situação do clube.

Confira o aproveitamento na Neo Química Arena desde 2014:

 

2014 – 18 jogos/12 vitórias/5 empates/1 derrota/75,93%

2015 – 35 jogos/26 vitórias/6 empates/3 derrotas/80%

2016 – 34 jogos/24 vitórias/8 empates/2 derrotas/78,43%

2017 – 34 jogos/20 vitórias/11 empates/3 derrotas/69,61%

2018 – 35 jogos/19 vitórias/9 empates/7 derrotas/64,44%

2019 – 38 jogos/19 vitórias/13 empates/6 derrotas/61,40%

2020 – 15 jogos/7 vitórias/6 empates/2 derrotas/60%

GERAL – 209 jogos/127 vitórias/58 empates/24 derrotas/70%



Veja Também

São Paulo encara Rogério Ceni pela primeira vez em um mata-mata

O torcedor são-paulino se depara com uma situação inédita, enfrentar seu histórico goleiro, hoje como técnico do Fortaleza