Em mais uma bela homenagem aos profissionais de saúde no mundo, a Fifa organiza um vídeo e reúne Pelé e Maradona a outros astros internacionais


Com 50 astros do presente e do passado do futebol, Fifa reúne 50 jogadores e jogadoras de hoje e do passado, como Ronaldo, Marta, Zidane e Piqué. A intenção nobre é para homenagiar os ilustres profissionais de saúde que estão na linha de frente, junto ao combate desta pandemia.



Segundo dados da OMS o mundo já soma 2,07 milhões de casos de Covid-19, com 139 mil mortes pela doença. A Europa concentra metade dos contaminados, e 66% das mortes em todo o planeta. O vídeo produzuido pela Fifa, reúne, jogadores e jogadoras, aposentados e ainda na ativa, de 22 países, representando todos os continentes. Nomes como Ronaldo Fenômeno, Kaká, Marta, Cafu e Roberto Carlos, são alguns brasileiros que se destacam na homenagem. O ídolo argentino e o Rei do Futebol, rivais no coração dos torcedores de diferentes gerações pelo posto de maior jogador da história, encerram o vídeo que termina com um agradecimento escrito em diversas línguas.

Confira os 50 astros internacionais que participam da produção (em ordem de participação):

  1. David Beckham (Inglaterra)

  2. Sergio Ramos (Espanha)

  3. Gerard Piqué (Espanha)

  4. Ronaldo (Brasil)

  5. Ji-Sung Park (Coreia do Sul)

  6. Kaká (Brasil)

  7. Marta (Brasil)

  8. Bastian Schweinsteiger (Alemanha)

  9. Cafu (Brasil)

  10. Marco van Basten (Holanda)

  11. James Rodríguez (Colômbia)

  12. Wendie Renard (França)

  13. Zinedine Zidane (França)

  14. Arturo Vidal (Chile)

  15. Carli Lloyd (Estados Unidos)

  16. Yaya Touré (Costa do Marfim)

  17. Samuel Eto’o (Camarões)

  18. Lucy Bronze (Inglaterra)

  19. Roberto Carlos (Brasil)

  20. Harry Maguire (Inglaterra)

  21. Vivanne Miedema (Holanda)

  22. Harry Kane (Inglaterra)

  23. Mesut Özil (Alemanha)

  24. Luis Hernández (México)

  25. Virginia Torrecilla (Espanha)

  26. Pernille Harder (Dinamarca)

  27. Norma Palafox (México)

  28. Holger Badstuber (Alemanha)

  29. Ivan Vicelich (Nova Zelândia)

  30. Danielle van de Donk (Holanda)

  31. Pavel Pardo (México)

  32. El Hadji Diouf (Senegal)

  33. Nicole Regnier (Colômbia)

  34. Bhaichung Bhutia (Índia)

  35. Charlyn Corral (México)

  36. Giorgio Chiellini (Itália)

  37. Michael Owen (Inglaterra)

  38. Magdalena Eriksson (Suécia)

  39. Alexia Putellas (Espanha)

  40. Han Duan (China)

  41. Ajara Nchout (Camarões)

  42. Fabio Cannavaro (Itália)

  43. Javier Zanetti (Argentina)



Veja Também

São Paulo encara Rogério Ceni pela primeira vez em um mata-mata

O torcedor são-paulino se depara com uma situação inédita, enfrentar seu histórico goleiro, hoje como técnico do Fortaleza