Fluminense subiu ao G-6 sobe três posições e vira o segundo melhor ataque


Com três jogos, sete pontos e nove gols, Flu vence surto de Covid e avança na competição



Jogando as três últimas partidas num intervalo de 10 dias, o Fluminense teve lidar com os desfalques causados pelo surto de coronavírus que atingiu o elenco. Porém o elenco segurou bem o período crítico com saldo positivo: sete pontos de nove disputados (2v e 1e), nove gols. O time passou da nona para a sexta colocação do Campeonato Brasileiro, na zona da pré-Libertadores.

Durante o surto de covid-19 que atingiu o elenco o Flu teve a seguinte sequência:

Sábado, 26/09 – Nove jogadores testam positivo para Covid-19

Segunda, 28/09 – Fluminense 4 x 0 Coritiba, 12ª rodada do Brasileiro

Quarta, 30/09 – Ganso é mais um a testar positivo para Covid-19

Domingo, 04/10 – Botafogo 1 x 1 Fluminense, 13ª rodada do Brasileiro

Quarta, 07/10 – Goiás 2 x 4 Fluminense, 14ª rodada do Brasileiro

No jogo que ocorreu ontem, o Flu tinha a disposição, de acordo com o protocolo da CBF, nove dos dez atletas que testaram positivo para o covid-19, mas por terem treinado apenas dois dias após o período de isolamento, a comissão técnica decidiu não levá-los para Goiânia. Estavam liberados os então titulares Calegari, Luccas Claro e Luiz Henrique, além de André, Marcos Paulo, Martinelli, Nascimento e Luan.

E mesmo tendo que lidar com as opções restritas no elenco, o Tricolor foi a Goiás e conseguiu buscar uma importante vitória por 4 a 2.

Segundo o técnico Odair Hellmann após a partida: “Esperamos poder contar o mais rápido possível com todos os jogadores. Tivemos esse problema do Covid que nos tirou 10 jogadores, lesão do Wellington, suspensão do Michel. Bastante dificuldade de termos opções, características diferentes para poder fazer um início de jogo pensando em estratégias diferentes, mas o grupo deu uma resposta muito positiva, muito forte. O ambiente é muito positivo, muito leve, muita confiança. Às vezes perdemos, oscilamos, mas buscamos dar uma resposta o mais rápido possível. Essa é uma força desse grupo.”

Essa foi a segunda vez que o Fluminense marcou quatro gols no mesmo jogo neste período, a última vez foi contra o Coritiba por 4 a 0 no estádio Nilton Santos, resultado esse que ajudou a dar confiança após a traumática eliminação da Copa do Brasil para o Atlético-GO.

Odair chegou a 40 partidas no comando do Fluminense em 2020. São 19 vitórias, 9 empates e 12 derrotas, um aproveitamento de 55%. Ao todo, o Tricolor marcou 62 gols e sofreu 38. O próximo jogo será contra o Bahia pela 15ª rodada do Brasileirão, no Maracanã e o tricolor poderá contar com os nove desfalques por Covid, criando mais oportunidades para montar o time titular e o banco de reservas.



Veja Também

São Paulo encara Rogério Ceni pela primeira vez em um mata-mata

O torcedor são-paulino se depara com uma situação inédita, enfrentar seu histórico goleiro, hoje como técnico do Fortaleza