Já planejando sua aposentadoria, Maicon quer despedida com Grêmio e Madureira na Arena


Mesmo ainda lhe restando alguns anos em campo, o volante do Grêmio, Maicon já tem planejado como deseja sua despedida do futebol. Durante uma live para o canal Fui Clear no Instagram, Maicon disse que sua vontade é reunir o Madureira, clube responsável por alavancá-lo, e o Tricolor em um amistoso na Arena.



Mesmo já tendo afirmado em outras oportunidades que pretende jogar até 2022, Maicon que tem contrato com o Grêmio até o final de 2021, diz que uma coisa ele tem certeza: quer um jogo de despedida na Arena, entre Grêmio e Madureira. Do clube Carioca o meia foi para o Fluminense, onde teve um grande destaque em sua carreira.

Consolidado como uma das lideranças do elenco gremista, o volante completa 35 anos em setembro deste ano e pensa em se aposentar no Grêmio.

— Quero fazer um jogo que tenho em mente, o jogo de despedida aqui entre Grêmio e Madureira. É minha ideia. Fiz toda minha base lá no Madureira. É um lugar que tenho muita gratidão. Se eu tiver a oportunidade, vou fazer isso. Jogar um tempo no Madureira e outro tempo no Grêmio, fazer esse jogo de despedida que vai ser legal — disse na Live acompanhado de Eduardo Semblano.

Com problema no joelho esquerdo, o Grêmio cogitou que o atleta operasse o joelho no inicio da atual temporada. Mas após conversas entre clube e jogador, ficou acertado que a cirurgia não seria feita.  A decisão em conjunto foi tomada visto que o resultado não era de 100% de garantido. O jogador disse que hoje, faz muito fortalecimento e nunca mais teve dores.

Assim como seus companheiros, Maicon está de férias até o dia 30 de abril. A volta dos treinos está agendada para o dia 2 de maio, ainda a ser oficializada. Assim como os treinos, as competições que o time está em disputa, também não tem datas precisas para retorno.

Veja Também

Pedido da Federação Catarinense de Futebol (FCF) pela volta dos jogos com portões fechados, é negado pelo Governo de Santa Catarina

No intuito de mantém veto aos esportes com aglomerações em meio à pandemia, a Federação Catarinense de Futebol (FCF) teve seu pedido pela volta em 16 de maio, negado pelo Governo de Santa Catarina. A confirmação ocorreu na noite desta terça-feira por meio de comunicado oficial. As autoridades de saúde, avaliaram que não há possibilidade para a retomada, mesmo com portões fechados, de atividades gerem aglomeração ou contato físico.