Jogador do Vasco Talles Magno é o jogador com mais desarmes sofridos no Brasileiro


Atacante do Vasco Talles Magno é considerado participativo, mas não vem tendo muito sucesso nas jogadas individuais. Segundo dados do Sofascore é jogador do Campeonato Brasileiro com mais desarmes sofridos.



Oscilado na temporada, Talles Magno o jovem atacante do Vasco tem vivido altos e baixos na temporada 2020. Um dos principais criadores ofensivos da equipe, principalmente na ausência de Benítez, o garoto de apenas 18 anos já tem para si essa responsabilidade, como aconteceu nesse domingo, contra o Coritiba – derrota cruzmaltina por 1 a 0.

Atuando sempre aberto pela esquerda, o jogador participa do jogo desde a transição ofensiva, recuando para receber ainda no campo defensivo, trazendo assim dificuldade em suas ações. Sua principal característica é o drible, o fazendo percorrer um trajeto muito longo até o ataque, o que faz por vezes, perder o a posse de bola nas jogadas.

Nada melhor do que os números para mostrarem isso de forma mais objetiva. Mesmo ocupando o terceiro lugar como maior driblador do Brasileirão até o momento, com 27 dribles, os dados do Sofacore mostram que seu aproveitamento no fundamento não é alto, ficando apenas com 57,5% de acerto. O atacante fica atrás de nomes como: Romarinho, do Fortaleza, Artur, do Red Bull Bragantino, e Everton Ribeiro, do Flamengo, por exemplo, todos com mais de 70% de eficiência. Talles tenta, se esforça, é participativo, mas se perde muito nas jogadas indiciduais, sendo o jogador do Campeonato Brasileiro com mais desarmes sofridos, 22, junto de Rodriguinho, do Bahia.

Confira os dados do Sofascore referente aos desarmes sofridos no brasileiro

1º – Talles Magno – Vasco – 22 desarmes sofridos (57,5% de acerto no drible)

Rodriguinho – Bahia – 22 desarmes sofridos (71,4% de acerto no drible)

3º – Romarinho – Fortaleza – 21 desarmes sofridos (71,8% de acerto no drible)

4º – Fernando Sobral – Ceará – 18 desarmes sofridos (62,5% de acerto no drible)

5º – Matheus Babi – Botafogo – 17 desarmes sofridos (50% de acerto no drible)

Marquinhos – Sport – 17 desarmes sofridos (54,8% de acerto no drible)

7º – Marinho – Santos – 16 desarmes sofridos (65,3% de acerto no drible)

Everton Ribeiro – Flamengo – 16 desarmes sofridos (77,4% de acerto no drible)

Artur – Red Bull Bragantino – 16 desarmes sofridos (70,2% de acerto no drible)

Benítez – Vasco – 16 desarmes sofridos (54,1% de acerto no drible)

Gabriel Sara – São Paulo – 16 desarmes sofridos (66,6% de acerto no drible)



Veja Também

São Paulo encara Rogério Ceni pela primeira vez em um mata-mata

O torcedor são-paulino se depara com uma situação inédita, enfrentar seu histórico goleiro, hoje como técnico do Fortaleza