Negociando Lucas Veríssimo ao Benfica Santos busca melhor condição de pagamento para confirmar o acerto


Valor proposto pelos portugueses agrada a diretoria santista e negociações seguem firme



Com valor de venda 6 milhões de euros (R$ 39,8 milhões de reais na cotação atual), o Santos está negociando a venda de Lucas Veríssimo ao Benfica. Mesmo com o valor proposto pelos portugueses agradando a diretoria santista, as condições de pagamento travam o acordo até o momento.

A diretoria busca o recebimento do valor à vista, e afirma que a proposta apresentada pelos portugueses agrada, o que está sendo discutido é que o Benfica sugere a quitação entre cinco e seis parcelas.

Em caso positivo para o pagamento ser à vista, grande parte do valor da negociação, será transferido imediatamente ao Hamburgo (ALE), na busca por um acordo com os alemães para derrubar a ação que está na Fifa desde março e impede o Santos de registrar novos atletas. Vale lembrar que em 2017 com a contratação do zagueiro Cléber Reis, o Peixe deixou de pagar o valor acordado a equipe germânica, e hoje com juros e multa, a dívida se encontra em 4,5 milhões de euros (correspondente a R$ 29,8 mi).

Outro valor devedor do Peixe, é referente a uma ação do Huachipato (CHI), também pelo não pagamento do atacante Soteldo, que teve seu contrato iniciado no ano passado por 3,4 milhões de dólares (R$ 19,1 no câmbio do dia). O Santos tem até o dia 13 de outubro para resolver suas pendências que possui com essas gremiações, de forma total ou parcial. Essas dívidas podem culminar até na perda e pontos do Alvinegro no Brasileirão.

Juntando a Hamburgo (ALE) e Huachipato (CHI), o Alvinegro também tem uma pendência com o Atlético Nacional (COL), pelo não pagamento de duas parcelas da compra do zagueiro Felipe Aguilar. Jogador que foi vendido para o Atlético-PR por R$ 10 milhões, e que o Santos detém 50% dos direitos do jogador. Somando todas as pendenciais do Santos com outros clubes, o valor chega a R$ 52 milhões.

Mesmo sendo uma boa saída financeira, a venda de Veríssimo é vista como ruim para o clube, principalmente por parte da comissão técnica. Porém sem muitas alternativas para quitar suas pendências financeiras e judiciais, o clube não enxerga outra alternativa a não ser negociar o jogador.

Veja Também

São Paulo encara Rogério Ceni pela primeira vez em um mata-mata

O torcedor são-paulino se depara com uma situação inédita, enfrentar seu histórico goleiro, hoje como técnico do Fortaleza