O agora comandante do Atlético-MG, Alexandre Mattos diz que Palmeiras tem o Mundial “mais difícil de todos”


Comandando o futebol do Palmeiras por quase cinco anos, Alexandre Mattos ainda mantém forte ligação com o clube, com os funcionários e com a torcida do Verdão. Ele cita que antes de assumir o clube em 2015 era negócio de bi-rebaixado e depois mudou para esse negócio do Mundial, que é uma palhaçada – afirmou o dirigente.



Segundo Mattos, ganhar hoje é tem tecnologia, diferente de como era em 1951, o Palmeiras começou a história do futebol brasileiro ganhando aquele título, o Palmeiras é campeão mundial, disse.

O ex dirigente é sóelogios para o clube, a única lamentação é sobre a influência da política no departamento de futebol. Alexandre Mattos foi demitido do Palmeiras após a derrota palmeirense para o Flamengo na arena. Diante dos 40 anos de dinastia polítivo que o clube viveu, segundo ele, o Maurício peitou e teve consequência – afirmou o dirigente, que elogiou os patrocinadores e conselheiros Leila Pereira e José Roberto Lamacchia.

Alexandre Mattos tem contrato com o Atlético-MG até dezembro de 2021, mas declara abertamente que no Palmeiras foi foi extremamente feliz. Garante que sabe da ligação que ainda com o torcedor palmeirense e que o futuro a Deus pertence e não descarta um retorno ao Palmeiras no futuro.

Veja Também

Pedido da Federação Catarinense de Futebol (FCF) pela volta dos jogos com portões fechados, é negado pelo Governo de Santa Catarina

No intuito de mantém veto aos esportes com aglomerações em meio à pandemia, a Federação Catarinense de Futebol (FCF) teve seu pedido pela volta em 16 de maio, negado pelo Governo de Santa Catarina. A confirmação ocorreu na noite desta terça-feira por meio de comunicado oficial. As autoridades de saúde, avaliaram que não há possibilidade para a retomada, mesmo com portões fechados, de atividades gerem aglomeração ou contato físico.