O retorno da Liga MX levaria pelo menos mais 30 dias


O jornalista Alberto Bernard revelou que o fechamento de 2020 da Liga MX poderia retomar em um período de pelo menos quatro semanas; há conversas com autoridades de saúde.



La Liga MX foi forçado a suspender as atividades devido à emergência de saúde pelo Covid-19. O último jogo do Clausura 2020 foi disputado em 15 de março no Estádio Azteca. Desde então, membros do clube, fãs e a mídia se perguntam quando o torneio será retomado, caso seja retomado. A incerteza é a única certeza até agora .

Segundo informações do jornalista Alberto Bernard, do W Deportes , existem propostas para que a atividade do futebol mexicano retorne em breve, mas o retorno do futebol não está à vista no curto prazo. ” Já estão em andamento planos para reativar certas indústrias do país, entre as quais a Liga MX poderia retornar na primeira onda . Parte do conselho de proprietários está se reunindo com o secretário de saúde, Dr. Jorge Alcocer”, disse o repórter.

Essas reuniões discutiam horários aproximados para as equipes voltarem ao treinamento, a possibilidade de jogar a portas fechadas , somente com as pessoas necessárias para a operação do estádio e a transmissão televisiva, a data em que os torcedores poderiam retornar aos estádios. e se todas as equipes pudessem jogar em um único local.

“O futebol precisa de fãs e os fãs precisam de futebol. Assim, os planos de retorno começam, mas não se entusiasmam, pois isso ainda levará tempo. Nos próximos 30 dias é impossível . Então teremos que sentar e ter paciência. O futebol voltará, mas sob os regulamentos de segurança necessários ”, disse Bernard.

Dada a pausa forçada, a Liga MX teve que encontrar outras opções para se manter atualizado e divertir os fãs. Na última sexta-feira, 10 de abril, foi disputado o primeiro jogo do eLiga MX , um torneio virtual do FIFA 20 que inclui a participação de jogadores de futebol de todos os clubes da primeira divisão.

Veja Também

Pedido da Federação Catarinense de Futebol (FCF) pela volta dos jogos com portões fechados, é negado pelo Governo de Santa Catarina

No intuito de mantém veto aos esportes com aglomerações em meio à pandemia, a Federação Catarinense de Futebol (FCF) teve seu pedido pela volta em 16 de maio, negado pelo Governo de Santa Catarina. A confirmação ocorreu na noite desta terça-feira por meio de comunicado oficial. As autoridades de saúde, avaliaram que não há possibilidade para a retomada, mesmo com portões fechados, de atividades gerem aglomeração ou contato físico.