Sport aproveita boa fase e chegada de Thiago Neves para impulsiona venda de camisas e novas ações


Com lançamento do terceiro uniforme em suas semanas, Rubro-negro planeja intensificar novas iniciativas



Atribuindo o sucesso a fatores como: a qualidade dos produtos, o bom desempenho na Série A e à contratação de Thiago Neves, os últimos dias têm sido movimentados para o Sport. Com a chegada de Thiago Neves, considerada a principal contratação do Leão no ano, o time tem visto as vendas de camisas dispararem. Neste período, até mesmo o padrão de edição especial do Outubro Rosa foi divulgado.

Segundo o diretor de marketing Rafael Soares: “Lançamos o novo uniforme (bordô) e ele por si só já teve uma grande procura. Acho que por três fatores. O primeiro é que o uniforme é muito bonito, caiu no gosto do torcedor. Segundo grande fator é que a fase do time é positiva, vem vencendo jogos. E a chegada de Thiago Neves também ajuda em todas as ações. É um jogador que acaba empolgando a torcida. Vamos seguir explorando mais.”

Parte da campanha para reverter parte da arrecadação no combate ao câncer de mama, a camisa rosa comemorativa foi colocada à venda, agradando principalmente, às torcedoras. Porém desde a liberação do uniforme grená e dourado para as lojas físicas, logo após o anúncio de Thiago Neves as vendas já vinham mostrando grande potencial.

Mas o trabalho do time para aumentar seu fluxo de caixa, vai além da venda de camisas. No mês atual, os sócios juvenis passam a pagar R$ 9,90 pelo plano que custa R$ 25,00. No ano passado o time chegou a ultrapassar 30 mil pessoas em seu quadro social, informações que constavam no site oficial, atualmente o clube conta com 25.231 e ações estão sendo feitas a fim de aumentar o número de participantes.

O diretor de marketing Rafael Soares afirma: “Posso ter 30 mil sócios, mas uma fatia muito grande de dependentes, enquanto quem paga é o titular. Essas campanhas têm sido feitas para titulares e dependentes que queiram ser titulares. Tende a diminuir a quantidade de sócios e aumentar a receita. Porque se eram cinco, com um titular, passam a ser só dois, mas ambos titulares.”

O foco do Sport nessa temporada é aumentar o número de sócios titulares, uma vez que o time passa um período em que as dificuldades financeiras por conta da paralisação causada pela Covid-19.

Veja Também

São Paulo encara Rogério Ceni pela primeira vez em um mata-mata

O torcedor são-paulino se depara com uma situação inédita, enfrentar seu histórico goleiro, hoje como técnico do Fortaleza