Treinador Ramon Menezes é desligado do comando do Vasco. Decisão pegou jogadores de surpresa


Decisão é tomada após derrota por 3 a 0 para o Bahia



Após a derrota por 3 a 0 para o Bahia, na quarta-feira, em Salvador, pela 14ª rodada do Brasileirão, o Vasco anunciou a informação por meio de um curto comunicado, que Ramon Menezes não é mais o técnico do time.

Decisão pegou alguns jogadores de surpresa e causou revolta em parte do elenco vascaíno. Além de Ramon, comunicado do caso em uma reunião em São Januário, deixa o clube o auxiliar técnico Thiago Kosloski.

Hoje se reuniram para tratar do tema, o diretor executivo André Mazzuco e o presidente Alexandre Campello e anunciaram que a busca por um novo técnico está em andamento. Para o jogo de sábado contra o Flamengo, ainda não está definido quem comandará o time.

Com Ramon na liderança o Vasco chegou a ser líder nas primeiras rodadas, mas vivia um momento delicado na temporada, já são quatro partidas sem vitória – seis contando as duas da Copa do Brasil. O Vasco hoje ocupa a décima posição na tabela com 18 pontos. A eliminação da Copa do Brasil, ainda na quarta fase, também pesou para a saída do treinador. Na ocasião o Vasco perdeu para o Botafogo por 1 a 0 no jogo de ida e empatou sem gols na volta.

O treinador chegou ao time após a saída de Abel Braga no dia 30 de março deste ano. Deixando o Vasco depois de ficar pouco mais de seis meses no comando, com o treinador o time teve oito vitórias, três empates e cinco derrotas em 16 partidas disputadas (2 pelo Carioca, 2 pela Copa do Brasil e 12 pelo Brasileirão).

Nota Oficial do Vasco: “O Club de Regatas Vasco da Gama comunica que Ramon Menezes não é mais o treinador da equipe profissional. O Clube agradece os serviços prestados pelo profissional e, em breve, anunciará o seu substituto”.



Veja Também

São Paulo encara Rogério Ceni pela primeira vez em um mata-mata

O torcedor são-paulino se depara com uma situação inédita, enfrentar seu histórico goleiro, hoje como técnico do Fortaleza